Mercosul decide acabar com o roaming internacional

22 de julho, 2019


Os países que integram o Mercosul assinaram, no dia 17 de julho, um acordo para acabar com a cobrança de roaming internacional nas comunicações entre os países-membros. O acordo foi celebrado durante a 54ª Cúpula do Mercosul, que aconteceu em Santa Fé, na Argentina e contou com a presença do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e dos presidentes da Argentina, Mauricio Macri, do Paraguai, Mario Benítez, e do Uruguai, Tabaré Vázquez.

O “roaming internacional” é um encargo adicional cobrado de usuários que utilizam serviços móveis, tanto de voz como de dados, fora da área de cobertura da operadora do seu país de origem. O objetivo do acordo é acabar com esses encargos adicionais, de modo que os usuários, ao viajarem para os países membros do Mercosul, tenham apenas os custos já cobrados pelas suas operadoras como se estivessem em seu país.

A ANATEL já havia anunciado o acordo, que retrata o fortalecimento dos aspectos de integração econômica e digital dos países do Mercosul e segue o exemplo da União Europeia, que acabou com as taxas de roaming em 2017. O acordo agora deve passar por aprovação no Congresso Nacional, bem como pela discussão de possíveis compensações às operadoras de telefonia, para então entrar em vigor.