Ana Carolina Cagnoni

Sócia

São Paulo

Português, Inglês e Espanhol

Formação

Mestranda em Direito Comercial pela Universidade de São Paulo - USP. Certificados CIPP/E e CIPP/US da International Association of Privacy Professionals (IAPP). Mestre com mérito em Direito de Propriedade Intelectual (LLM) pela Queen Mary University de Londres, Reino Unido. Participação no XI Congresso do EIPIN – European Intellectual Property Institutes Network. Bacharel em Direito pela Universidade de São Paulo – USP com especialização em Direito Empresarial.

Experiência

Possui sólida formação em direito do entretenimento, tecnologia da informação, privacidade e propriedade intelectual, incluindo temas relacionados a lei de biodiversidade e acesso a recursos genéticos. Conta com larga experiência em negociação, elaboração, interpretação de contratos e aconselhamento em temas relacionados aos setores de televisão e cinema, esportes, tecnologia e life science, internet e software. Também já atuou como advogada in house de grandes empresas multinacionais no Brasil.

Principais Publicações

Capítulo: “Transferências Internacionais de Dados” do livro “Privacidade e Proteção de Dados Pessoais”, editora Revista dos Tribunais (no prelo)
Artigo “Brazilian Data Protection Law: A Complex Paradox” | Site da International Association of Privacy Professionals
Artigo: “¿Cómo facilitará la Ley de Protección de Datos el comercio exterior de Brasil?” International Centre For Trade and Sustainable Development | Revista Pontes Volume 19
Artigo “A Futura Lei Geral de Proteção de Dados Brasileira”, publicado no Jota em 18 de junho de 2018.
Assistente de pesquisa do Professor Dr. Duncan Matthews para o livro “Intellectual Property, Human Rights and Development”.
Artigo “Marcas Registradas e Liberdade de Expressão: O Posicionamento Americano e o Recente Dilema Europeu”. Revista da ABPI, exemplar de janeiro e fevereiro de 2011.

Cargos

Membro da International Association of Privacy Professionals (IAPP).
Coordenadora e professora do curso de pós-graduação “Direito e Mídia” junto à Sociedade Brasileira de Direito Público – SBDP em 2012 e 2013.

Reconhecimentos

Mencionada pela “ANÁLISE ADVOCACIA 500” como uma das advogadas mais admiradas em Direito Digital e Propriedade Intelectual e no setor econômico de eletroeletrônico em 2018.